Ver calendário

Programação para 22 de maio

Oficinas abordam a implantação da Economia Popular Solidária em municípios mineiros

  • ícone de compartilhamento

O que é Economia Popular Solidária? É somente um espaço de vendas ou vai mais além? E o Conselho?  Qual o seu papel ? O Fórum Mineiro de Economia Solidária faz o que ? Você sabia que Paul Singer era economista e sociólogo e referência internacional no tema? Esses assuntos foram abordados no dia 15 de maio, na oficina para conselheiros e gestores dos municípios da região metropolitana, na Prefeitura de Belo Horizonte.

Apesar de o nome ter sido criado no Brasil, economia solidária é um movimento que ocorre no mundo todo e diz respeito à produção, consumo e distribuição de riqueza com foco na valorização do ser humano. A sua base são os empreendimentos coletivos (associação, cooperativa, grupo informal e sociedade mercantil).

Hoje, o Brasil conta com mais de 30 mil empreendimentos solidários, em vários setores da economia, com destaque para a agricultura familiar. Eles geram renda para mais de 2 milhões de pessoas e movimentam anualmente cerca de R$ 12 bilhões.  Minas Gerais responde por 15% do mercado brasileiro de Economia Popular Solidária.

A Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) realiza, em parceria com os conselhos, oficinas para fortalecimento da economia solidária local e de consolidação das políticas públicas voltadas para esse segmento.

As próximas oficinas vão acontecer no mês de maio em Januária (18/5), Arinos (22/5), Unaí (23/5), Paracatu (24 e 25/5), Ipatinga (29/5) e Caratinga (30/5).

Mais informações:
Assessoria de Comunicação da Sedese
(31) 3916-8239 / 8240