Cemig investe R$ 9 milhões para beneficiar hospitais com equipamentos modernos

Redução na conta de energia permitirá que os recursos sejam aplicados na melhoria do atendimento aos pacientes

imagem de destaque
Autoclaves são equipamentos utilizados para esterilizar artigos hospitalares por meio de calor úmido sob pressão
  • ícone de compartilhamento

O Dia Nacional da Saúde é celebrado em 5 de agosto. A data faz alusão ao nascimento do sanitarista Oswaldo Cruz que, dentre outros feitos, descobriu o transmissor da febre amarela.  Para comemorar essa importante data, a Cemig e a sua subsidiária Efficientia apresentam os investimentos feitos, em 2017, em hospitais do estado. Neste ano, a empresa vai investir R$ 9,3 milhões em projetos que buscam melhorar o desempenho e reduzir a conta de energia dessas instituições. 
 
O Programa Energia Inteligente da Cemig destinou, neste ano, recursos de mais de R$ 7,5 milhões a 43 hospitais de Minas Gerais. As instituições foram contempladas com  sistemas de aquecimento solar e substituição de autoclaves antigas com alto consumo de energia por outras mais modernas e mais eficientes  A autoclave é um aparelho dotado de recipiente hermeticamente fechado, cujo interior atinge altas temperaturas. É utilizado para esterilizar artigos por meio de calor úmido sob pressão.  
 
Além disso, a Cemig está investindo mais de R$ 1,8 milhão em quatro instituições mineiras  que tiveram os projetos aprovados na chamada pública do ano passado. A Efficientia, empresa do Grupo Cemig,  é a responsável pelo desenvolvimento e gestão dos projetos.  Os hospitais beneficiados serão o Samuel Libânio (Pouso Alegre), o Nossa Senhora de Lourdes, o Luxemburgo e o São Lucas – os últimos três localizados na capital mineira. 

“A intenção da Cemig, por meio da Efficientia, é fazer com que essas instituições diminuam a conta de energia. Esse valor economizado poderá ser investido em outras áreas, beneficiando ainda mais a população. A redução no consumo de energia faturada com esses projetos é de 135 MWh (megawatts-hora) por mês, que seriam suficientes para abastecer cerca de 900 residências”, afirma o presidente da Efficientia, Alexandre Heringer Lisboa. 
 
Eficiência Energética

Os projetos do Programa de Eficiência Energética (PEE) atendem à todos os tipos de consumidores, com forte investimento em clientes de baixa renda, entidades sem fins lucrativos, prefeituras e área de educação. De acordo com o gerente de Eficiência Energética da Cemig, Ronaldo Lucas Queiroz, os equipamentos substituídos pela companhia são mais econômicos e proporcionam a redução da conta  de energia elétrica dessas instituições, além de manter a mesma eficiência e qualidade no atendimento. 
 
O Projeto Solar Hospitais consiste na substituição de chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar da água nos hospitais. Vale ressaltar, ainda, que as concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica devem aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, 0,4% de sua receita operacional líquida em ações que tenham o objetivo de combater o desperdício de energia elétrica, conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).



Últimas