Cohab Minas emite ordem de serviço para a construção de 45 casas em Piumhi

Conjunto Habitacional Vicente Paulo Faria II será a primeira obra do Programa Minha Casa, Minha Vida-Parcerias

  • ícone de compartilhamento

O presidente da Cohab Minas, Alessandro Marques, esteve em Piumhi, no Território Sudoeste, para emissão da ordem de serviço parcial do Conjunto Habitacional Vicente Paulo Faria II. Serão construídas, na primeira etapa 45 casas, de um total de 178 unidades habitacionais.

A obra será realizada com recursos do FGTS na modalidade Parcerias do Programa Minha Casa, Minha Vida, faixa 1,5.

O encontro aconteceu no Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculos João Ferreira da Costa. Estiveram presentes o prefeito de Piumhi, Adeberto José de Melo, o engenheiro Dornélio Martins Santos, representante da Construtora Lealt - empresa vencedora da licitação - e membros da diretoria da Cohab Minas.

Para o presidente da Cohab Minas esse é um momento muito importante para a companhia e, sobretudo para as famílias. “Desde os contatos com o município e com a Caixa todos se dedicaram muito e juntos superamos muitos obstáculos para viabilizar as obras desta modalidade”, falou Alessandro.

Desde o lançamento do Programa Minha Casa, Minha Vida, em 2009, a Caixa Econômica ainda não havia financiado nenhum empreendimento na modalidade Parcerias para a faixa 1,5. O empreendimento de Piumhi e a parceria da Cohab Minas com a Caixa são os marcos de um novo paradigma para a atuação no Estado.

“Essa primeira etapa de construções em Piumhi é uma experiência que servirá de referência para muitos outros empreendimentos no estado”, acrescenta o presidente. Ainda para este semestre estão previstas as ordens de serviço para obras nos municípios de Claraval e Capitólio no Território Sudoeste, e Pains no Território Oeste.

A cerimônia em Piumhi foi acompanhada pelas 45 famílias que vão morar no novo conjunto habitacional. Para aquisição dos imóveis essas famílias atenderam aos critérios do programa e participaram do cadastramento municipal.

A inscrição foi ordenada por critérios definidos pela prefeitura e pelo conselho municipal de habitação. Após esta etapa as famílias passaram por entrevista e análise de documentação na Caixa Econômica.

O prefeito Adeberto Melo falou que esse é um momento muito gratificante para as famílias e para todos que se esforçaram para que fosse possível construir as moradias. Ele também falou da própria experiência quando pode ter a sua casa própria.

“Conquistar a casa é, sem duvida, muito gratificante para qualquer família. Eu morei muitos anos em casa alugada e quando nós – ele e sua família - adquirimos nossa primeira casa foi um sonho realizado e hoje é a realização do sonho de vocês”, disse, ao se dirigir às famílias.

Piumhi, município com mais de 33 mil habitantes, já conta com sete conjuntos construídos pela companhia, totalizando 442 moradias. Diante dos números da pesquisa de demanda habitacional realizada em junho de 2016, que apontou 1954 famílias dentro do perfil adequado para o programa, novas áreas serão apresentadas à Cohab Minas para a execução de empreendimentos habitacionais.

As primeiras 45 casas que serão construídas nesta etapa têm dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço coberta, totalizando 44,78m², bem como a instalação de sistema de aquecimento solar.

Mais empreendimentos

Até o momento a Cohab Minas já desenvolveu projetos de 98 empreendimentos projetando a construção de cerca de 5,4 mil unidades habitacionais. Destes 98 projetos, 57 já foram protocolados na Caixa Econômica Federal (22 licitados, 17 pré-aprovados e 18 em análise) enquanto 41 estão sendo finalizados para envio.

Outros 139 terrenos estão em fase de complementação de documentos para início do desenvolvimento de projeto.



Últimas