Governador recebe vencedora do Concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar

Merendeira de São Sebastião do Paraíso disputou com mais de dois mil concorrentes

  • ícone de compartilhamento


Crédito: Marcelo Sant'Anna/Imprensa MG

 

O governador Fernando Pimentel entregou nesta quarta-feira (06/12), no Palácio da Liberdade, diploma de honra ao mérito à merendeira Luciana Aparecida Pinheiro, vencedora do Concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar, na Região Sudeste. Disputando o primeiro lugar com mais de dois mil inscritos, o prato eleito como o melhor pela região foi o Arroz Mineirim.

“Nós fizemos uma homenagem singela para a Luciana pelo prêmio que ela recebeu de melhor receita, que utiliza ingredientes da agricultura familiar e naturais para os alunos da escola municipal. Esse prêmio da Região Sudeste é um dos cinco maiores prêmios do concurso feito pelo MEC (Ministério da Educação) com todas as escolas públicas do Brasil. Por isso, a gente fez questão de fazer essa homenagem para a Luciana, para todos os professores e alunos da escola”, explicou o governador, afirmando que irá à escola provar do prato Arroz Mineirim.

A refeição, servida aos mais de 400 alunos da Escola Municipal Interventor Noraldino Lima, em São Sebastião do Paraíso, Território Sudoeste, leva arroz, peito de frango desfiado, talos de brócolis, couve e beterraba, além de cenoura ralada e casca de abóbora cabotiá (também conhecida como abóbora japonesa), entre outros ingredientes.

Segundo Luciana, para a concepção do prato ela pensou, primeiramente, em evitar o desperdício dos alimentos já usados pela escola, principalmente das cascas.

“A ideia era fazer um prato bem colorido para chamar a atenção das crianças. Pensei em juntar as duas coisas, um prato bonito e com muitos nutrientes. Estou muito feliz com esse reconhecimento, porque é a primeira vez que eu venci um concurso realizado para merendeiras, e a gente se sente valorizada. Que esse concurso sirva de exemplo para muitas merendeiras de várias escolas”, afirmou.

O concurso, promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC), tem como objetivo valorizar a atuação das merendeiras e merendeiros em prol da alimentação de qualidade nas escolas públicas do Brasil. 

A secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, conta que ações como essa são fundamentais para reverter o quadro de escassez de recursos e melhorar a alimentação dos alunos. 

 “A iniciativa é superinteressante porque articula e fomenta a compra de alimentos da agricultura familiar, pois é muito importante a gente poder comprar produtos produzidos na região que tem a ver com os costumes locais de alimentação dos alunos. Agora mais do que isso, é também a gente trabalhar essa consciência da importância do aproveitamento integral dos alimentos, numa situação de que tem pessoas no mundo passando fome. Então todas as pessoas precisam ter essa consciência. A gente faz isso na escola, mas o importante é que a gente faça isso em casa também”, reforçou.

Seleção

O resultado oficial do concurso foi divulgado no último dia 26 de outubro, em Brasília, quando foram anunciadas as cinco melhores receitas servidas nas escolas públicas brasileiras – uma por região do país.

O primeiro lugar na região Sudeste garantiu a Luciana prêmio de R$ 6 mil, além de viagem para o Caribe, kit para manipuladores de alimentos e participação em curso de boas práticas e elaboração de receitas.  O segundo lugar do concurso também foi para Minas Gerais. Elza do Carmo Paiva e Silva, da Escola Municipal Antônio Franco Laviola, em São Francisco do Glória, no Território da Mata, com a receita “Lasanha de Fubá Nutritiva”.



Últimas