Governo de Minas Gerais cria Mesa de Negociação para discutir demandas sindicais

Proposta será criada por decreto e contará com a participação de 21 entidades sindicais

imagem de destaque
A reunião contou com lideranças de 35 entidades sindicais
  • ícone de compartilhamento

Em mais um passo para ampliar os canais de diálogo com os sindicatos e associações representativas dos servidores públicos, o Governo de Minas Gerais apresentou, nesta terça-feira (1º/3), a proposta de criação da Mesa Estadual de Negociação Sindical Permanente. Comandada pelo secretário de Planejamento e Gestão, Helvécio Magalhães, a reunião contou com lideranças de 35 entidades sindicais.

“A instalação da Mesa de Negociação será importante porque será criada uma estrutura que facilitará a discussão das pautas demandadas pelos sindicatos”, destacou o secretário. A proposta do Governo é a formação de oito câmaras setoriais (Saúde; Agricultura e Meio Ambiente; Educação; Educação Superior; Segurança Pública; Fazenda; Ipsemg; e Administrativo Pessoal), com a participação da Seplag e dos sindicatos representativos de cada uma dessas áreas; além das demais secretarias de Estado. A Seplag propõe que as reuniões ordinárias tenham periodicidade trimestral, mas esse e outros tópicos ainda serão debatidos nos próximos dias.

A Mesa de Negociação será criada via decreto pelo Executivo, com os sindicatos devendo enviar sugestões para elaborar legislação, regimento interno, regulamento, cronograma e temas até o próximo dia 8 de março. No dia 15 haverá novo encontro entre a Seplag e as entidades sindicais para definir o conteúdo do decreto.



Últimas