Mais de 100 artesãos participam da 1ª Feira de Artesanato de Almenara

Trabalhos em argila, fibras, bordado, pinturas e outros são expostos no evento. Ação é realizada com recursos do Fundo Estadual de Cultura

imagem de destaque
Evento tem o apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), via Fundo Estadual de Cultura
  • ícone de compartilhamento

Mais de uma centena de artesãos oriundos de 33 cidades do Vale do Jequitinhonha participam de uma intensa programação cultural realizada na cidade de Almenara, Território Médio e Baixo Jequitinhonha, entre os dias 11 e 17 de setembro. Integra a lista de atividades a 1ª Feira de Artesanato de Almenara, que irá reunir nomes que representam a valiosa produção cultural daquela região na área do artesanato.
 

Bonecas e outras peças estarão no evento do município do Médio e Baixo Jequitinhonha (Crédito: Divulgação/SEC)

O evento tem o apoio do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), via Fundo Estadual de Cultura, e da Prefeitura Municipal de Almenara. Além da feira, seminário, oficinas, saraus e apresentações musicais serão ofertados. Toda a programação tem entrada gratuita.

Oficinas de modelagem em argila, fibras naturais, patchwork – bordado a mão, pinturas especiais, confecção de berimbau e reciclagem do papel jornal fazem parte do cronograma, direcionadas a escolas e moradores da cidade. A feira de artesanato começa na terça-feira (14/9) e se encerra no domingo (17/9).

Na abertura, um pequeno seminário - Valemais - irá discutir as políticas públicas para o setor do artesanato no Brassil, e irá contar com a participação de órgãos do Estado, como a Secretaria de Estado Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), Sistema Sedinor/Idene e Instituto do Patrimônio Histórico e Cultural de Minas Gerais (Iepha-MG). A Seedif irá promover a primeira etapa para a construção de um Plano Mineiro do Artesanato. Na ocasião, o Iepha-MG também lançará o projeto “Arte em Barro: a Cerâmica do Vale do Jequitinhonha”, que tem por objetivo reconhecer essa manifestação cultural como patrimônio imaterial do estado de Minas Gerais.

O artesanato de Caraí estará presente na Feira de Artesanato de Almenara (Crédito: Divulgação/SEC)

A região do Vale do Jequitinhonha conta com uma intensa produção cultural no segmento do artesanato e é reconhecida por vários prêmios acumulados para diversos artesãos e artesãs. Dona Isabel Mendes, de Santana do Araçuaí - Ponto dos Volantes, é um exemplo. Ela recebeu o primeiro prêmio de Cultura Popular, entregue pelo então Ministério da Cultura. Posteriormente, seu nome batizou uma edição do prêmio com os dizeres: 1º Prêmio Culturas Populares 2009 - Edição Mestra Dona Izabel, Artesã Ceramista do Vale do Jequitinhonha.

A feira é protagonizada por uma associação de artesãos , a Associação de Artesãos de Almenara. No evento, estarão presentes artesãos conhecidos, como: Mestre Antônio, de Minas Novas, com seus tambores; Zezinha de Campo Buriti/Turmalina, com suas bonecas; mestre Ulisses de Itinga, artesão do barro que cria peças sobre fatos históricos e populares; o artesão surrealista da comunidade de Caraí, João Alves, que se destaca nacionalmente com a sua produção; as mulheres de Berilo e Turmalina, com suas lindas colchas de algodão; entre outros artesãos da região.

Natural de Almenara, a bordadeira Dona Adelicia será homenageada na 1ª Feira de Artesanato de Almenara. Artesãos e artesãs da Associação das Mulheres Criativas e Associação dos Artesões de Almenara também confirmaram presença.

A 1ª Feira de Artesanato de Almenara é um projeto coletivo da Associação de Artesãos de Almenara (Aarta) e da Associação Mulheres Criativas, em parceria com a Prefeitura Municipal de Almenara, Instituto Sociocultural Valemais e a Monsa. Também tem como parceiros o Governo do Estado de Minas Gerais, via SEC, Sistema Sedinor/Idene, Seedif e Iepha-MG, além de diversas prefeituras locais.



Últimas