Mineirinho recebe competição internacional de Jiu-jitsu neste fim de semana

Aberto ao público, evento contará com a participação de 900 atletas do Brasil e do mundo

imagem de destaque
Pela segunda vez neste ano, o Mineirinho será palco de uma competição internacional de jiu-jitsu
  • ícone de compartilhamento

Pela segunda vez neste ano, o Mineirinho vai se tornar palco de uma competição internacional de jiu-jitsu. Cedido pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), sem cobrança de taxas, o ginásio receberá, no sábado (8/7) e no domingo (9/7), a "Belo Horizonte Winter International Open de Jiu-Jitsu". O evento terá entrada gratuita para os espectadores que desejarem acompanhar, nos dois dias, das 9h às 19h, as disputas que ocorrem em oito tatames montados para o torneio.

De acordo com o secretário de Estado de Esportes, Arnaldo Gontijo, o ginásio, como palco de praticamente todos os tipos de eventos esportivos, representa uma grande oportunidade para o público e lutadores mineiros acompanharem e competirem em casa, além de trazer visibilidade para  Minas Gerais. A cessão gratuita do Mineirinho, inclusive, segundo Gontjio, objetiva a vinda de grandes competições esportivas para o estado, gerando, ainda, o retorno econômico para a cidade.

“Estamos falando de um evento que espera quase mil competidores de outras cidades mineiras, de outros estados e até de diferentes países. Eles normalmente estão acompanhados de pelo menos uma pessoa, seja um familiar ou staff. Ou seja, é notório o movimento turístico gerado com os grandes eventos esportivos, além do consumo na hotelaria, há também um aporte natural no comércio e em estabelecimentos de gastronomia”, reforça o secretário.

​E foi exatamente a seção não onerosa do espaço que motivou os responsáveis pela competição a optarem por realizar dois eventos no Mineirinho. O primeiro ocorreu na versão Summer, realizada em fevereiro. Agora, é a vez do "Belo Horizonte Winter International Open de Jiu-Jitsu".

“Sem esse apoio da Seesp, seria muito difícil realizarmos um evento como este em Belo Horizonte. Ações como essa ajudam no crescimento do Jiu-Jitsu no em Minas Gerais e dá visibilidade para as academias e, principalmente, para os atletas da região”, explica o analista administrativo e diretor de eventos da CBJJ, Filipe Faria.

Realizados pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ) em conjunto com a Federação Internacional de Jiu-Jitsu Brasileiro (IBJJF em inglês), em diversos estados do Brasil, os campeonatos ''International Open'' contam pontos para o ranking de faixas pretas da IBJJF, que classifica os melhores para os mundiais da modalidade. A expectativa dos organizadores é a de que aproximadamente 900 atletas compitam nas diversas categorias - divididas por idade, peso e graduação de faixa, com e sem quimono.

“Esperamos uma competição com alto nível técnico em todas as categorias, do Juvenil aos Masters, e boas lutas na faixa preta adulto que é a categoria com maior visibilidade no esporte.”, afirma Filipe.

Apoio do Estado

Uma das modalidades esportivas que mais crescem no mundo, o jiu-jitsu foi destaque nas ações estaduais em diversas oportunidades. No ICMS Esportivo Ano Base 2015 (o Ano de 2016 está em apuração), executado pela Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), por exemplo, foram realizados 128 programas/projetos com a modalidade Jiu-Jitsu, com um total de 3.461 participantes em 38 municípios.

Pela Lei Estadual de Incentivo ao Esporte, a modalidade também está presente em oito projetos aprovados,com um valor total de R$ 747.347,00 a serem captados por meio do programa de fomento à prática esportiva, em que 0,05% da receita líquida anual do ICMS que coube ao Governo de Minas Gerais podem ser direcionados pelas empresas contribuintes para apoiar atividades esportivas ou paradesportivas.

Além disso, o Governo do Estado, por meio do Edital 01/2017 de Chamamento Público para Concessão de Patrocínio a Eventos, também contribui para a prática do jiu-jitsu, apoiando projetos esportivos como o Campeonato do Bem, da Associação Tatame do Bem que, neste ano, contará com um patrocínio de R$ 30 mil, para realizar a sua terceira edição.



Últimas