Museomix Circuito Liberdade chega ao fim com visitação do público aos protótipos 

Último dia da maratona criativa internacional é marcado por eventos para todas as idades

imagem de destaque
O público poderá visitar os resultados dos trabalhos no edifício Rainha da Sucata, na Praça da Liberdade
  • ícone de compartilhamento

Após três dias de maratona, a primeira edição do Museomix Circuito Liberdade, em Belo Horizonte, chega ao fim. As seis equipes validaram suas ideias e as transformaram em protótipos inovadores de intermediação entre acervos e visitantes. O público poderá visitar os resultados dos trabalhos no edifício Rainha da Sucata, na Praça da Liberdade, a partir das 15h até às 19h. A entrada é gratuita.

Os projetos desenvolvidos pelos museomixers, como são chamados os participantes da maratona, pretendem resgatar a história, a literatura e o patrimônio imaterial dos museus. Dentre os materiais escolhidos, estão documentos da época da construção de Belo Horizonte, fotos, documentos e filmes que mostram mudanças paisagísticas da cidade. Os protótipos, resultado deste trabalho criativo, poderão ser transformados em propostas permanentes dos museus.

A educadora Janaína Silva, mediadora da equipe Rizoma, conta que o protótipo “Rizo” tem como objetivo conectar os visitantes do Circuito Liberdade. Por meio de palavras-chaves, eles poderão encontrar os locais que mais combinam com suas preferências, montando um roteiro personalizado, que pode ser compartilhado e modificado em rede. A museomixer diz que a sistematização dos dados no software é o maior desafio: “O programa é muito complexo devido à amplitude do acervo, então estamos apresentando um formato mais enxuto para que as pessoas entendam a nossa ideia” , explica Janaína.

Integrante da “Turma da Papuda”, o designer gráfico Bruno Araújo conta que a estratégia do seu grupo, para atender às demandas em tempo hábil, foi dividi-lo de acordo com as habilidades de cada integrante. O museomixer destacou o desejo do time: que a maratona resulte em novos olhares para os museus. “Não queremos que o museu seja visto como um lugar retrógrado, mas como um local evoluído que acompanha as mudanças da sociedade. É preciso unir as pessoas do museu antigo com o museu novo” , diz ele.

Programação associada

Conectada à maratona criativa, o final de semana foi marcado pela programação associada do Museomix. O destaque deste domingo (12/11) ficou com os “Programadores do futuro”, grande evento de empreendedorismo tecnológico, voltado para crianças e adolescentes, com o objetivo de fomentar essa cultura no país. Uma série de projetos realizados por crianças e adolescentes foi apresentado ao público com uso de lógica e conhecimentos em programação. A estudante Thayná Silveira salientou a importância da iniciativa: ”Atualmente, programar é uma habilidade tão fundamental quanto ler e escrever. É uma atividade difícil, mas quanto antes a inserção é feita, melhores são os resultados para a sociedade” , acredita ela.

Primeira vez na América do Sul

Esta é a primeira vez que a maratona internacional Museomix é realizada na América do Sul. O primeiro Museomix  ocorreu em 2011 no Museu de Artes decorativas (musée des Arts Décoratifs) em Paris por iniciativa dos seus inventores Stéphanie Bacquère, Samuel Bausson, Julien Dorra, Diane Dubray, Yves-Armel Martin, Christophe Monnet et Marie-Noéline Viguier. O desafio foi convidar o público a se apropriar de um museu para reinventar sua mediação. Atualmente, o Museomix atinge mais de 1000 participantes cada ano em vários países do mundo.

Em Belo Horizonte, o Museomix Circuito Liberdade foi realizado pelo Governo do Estado, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG) / Circuito Liberdade, e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes). A iniciativa conta também com a parceria da Embaixada da França no Brasil, do BDMG Cultural, da Prodemge, da Codemig, dos Centros Universitários Newton Paiva, UNA e  UniBH, da Bosh, da Atmosphera e da Gerdau, além de empresas e entidades.

 

Exposição de protótipos criados durante a maratona Museomix

Mostra dos protótipos inovadores desenvolvidos por equipes multidisciplinares durante a maratona internacional Museomix.

Local: Rainha da Sucata

Horário: 15h às 19h

 

Quartoamado em processo

Exposição de processos de criação através de um ateliê vivo, aberto e temporário.

Local: CCBB BH

Horário: 9h às 21h

Realização: Quartoamado

 

Exposição Benfeitoria

Exposição de resultados do Oficinão da Benfs

Horário: 9h às 21h

Local: CCBB BH

Realização: Benfeitoria                  

Apoio: MM GERDAU- Museu das Minas e do Metal | JCHEBLY

 

Exposição Espaço Multiverso

Mostra dos Modelos Analógicos do Espaço Sideral 3D em Meio Fluido.

Horário: Terça a Sexta10h às 19h / Sábado e Domingo 12h às 19h

Local: Museu Mineiro

Realização: Centro Universitário de Belo Horizonte UNIBH

 

Programação especial da Buddys

Local: Praça da Liberdade- Alameda da Educação

Horário: Das 10h às 16h

Atividades: Oficinas, drones e realidade virtual.

 

Local: Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

Horário: Das 10h às 16h

Atividades: Palestras, oficinas e realidade virtual.

 

Local: Espaço do Conhecimento UFMG

Horário: Das 13h às 17h

Atividades: Palestras, oficinas e sessões do planetário. 

 

Local: Memorial Minas Gerais Vale

Horário: Das 10h às 15h30

Atividades: Oficinas e exibição de filmes.

 

Local: MM Gerdau

Horário: Das 10h às 16h00

Atividades: Palestras e exposições de projetos



Últimas