Praças de Belo Horizonte recebem série de encontros de Bandas de Música

Durante três ocasiões as praças da capital recebem nove conjuntos musicais oriundos de diversas regiões do estado

imagem de destaque
Governo dá suporte às corporações musicais com a doação de instrumentos, vestimentas e indumentárias
  • ícone de compartilhamento

Belo Horizonte vai ser palco de mais uma importante festa da música instrumental. A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) promovem neste mês o II Encontro de Bandas de Música. Ao longo de ocasiões (dois sábados e uma quinta-feira), praças da capital mineira irão receber os conjuntos musicais que irão interpretar temas clássicos das bandas civis, manifestação cultural bastante presente especialmente no interior de Minas Gerais.

O primeiro da série de três encontros acontece no próximo sábado (16/6), às 10h, na Praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, e vai contar com a participação da Associação da Banda de Música, de Jaboticatubas (Território Metropolitano), da Banda de Música União dos Artistas, localizada em Sete Lagoas (Território Metropolitano), e da Sociedade Musical Santa Cecília, de Conselheiro Lafaiete (Território Vertentes). A entrada para todos os encontros musicais é gratuita.

A iniciativa faz parte do programa Banda de Minas, edital que atua na promoção, valorização e permanência das bandas civis e militares por meio da doação de instrumentos musicais, vestimentas e indumentárias, realização de oficinas, e outras ações de fomento a essa tradicional manifestação artística de Minas Gerais.

Com aproximadamente 700 bandas de música espalhadas por seus territórios, Minas Gerais é o estado com maior número de registro deste tipo de banda sendo reconhecido como um celeiro de músicos desta tradição. De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, “as bandas civis e militares são um importante componente cultural e de fomento à formação de músicos em todo o estado. Elas contribuem para manter a música viva na emoção de cada cidade”.

Para Alessandro Tavares, maestro da centenária Banda de Música União dos Artistas, de Sete Lagoas, o encontro favorece a interlocução entre as bandas do estado e amplifica o alcance desta tradicional manifestação. “Esse tipo de evento estimula a amizade entre os músicos e a troca de experiências. Para os mais novos, músicos com 15, 16 e 17, ainda é mais significativo, pois o intercâmbio de vivências com outros músicos favorece a formação musical ”, conta Alessandro.

Com 133 anos de história, a Sociedade Musical Santa Cecília, de Conselheiro Lafaiete, também participa do encontro. De acordo com o maestro Altair Floris Belo, o evento incentiva a continuidade das bandas de música e abre espaço para que as pessoas percebam a importância dessa manifestação cultural. “O Encontro de Bandas valoriza o trabalho dos músicos que ajudam a manter viva a chama dessa tradição. Nossa banda, por exemplo, possui cerca de 45 músicos e todos se sentem honrados em participar de eventos festas como essa, que demonstra para o grande público a beleza deste tipo de música. Isso nos incentiva a continuar trabalhando. É um reconhecimento para nós”, explica o maestro Altair.

Mais dois encontros vão colorir de sons e acordes as praças belo-horizontinas com o melhor das bandas de música em junho. No dia 23, a Corporação Musical Euterpe Operária, localizada em Lavras (Território Sul), se junta à Corporação Musical Santa Cecília, do município de Tabuleiro (Território Mata), e à Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais para levar música de qualidade à Praça Centro Cultural Presidente Itamar Franco, às 10h, no Barro Preto.

Já no dia 28 de junho, o evento ganha ainda mais corpo. Além das apresentações da Corporação Musical União Operária, da cidade de Nova Lima (Território Metropolitano), da Filarmônica do município de Santa Cruz do Escalvado (Território Caparaó) e da Sociedade Musical Santa Cecília, de Mariana (Território Metropolitano), a festa contará com a solenidade de entrega de instrumentos musicais referente ao edital 2017 do programa Bandas de Minas. O evento acontece na Praça da Liberdade, às 11h.

“A realização do encontro de bandas demonstra a relevância dessa manifestação artística para a cultura mineira. A iniciativa proporciona a integração das bandas e permite que o compartilhamento de experiências, a troca de partituras e revela para a população a musicalidade presente em Minas Gerais”, pontua Marco Túlio Barbosa, diretor de Programas e Articulação Institucional da Secretaria de Estado de Cultura.

Programa Bandas de Minas

O edital é realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, com recursos da Codemge. Atua na promoção, valorização e permanência das bandas civis de música, por meio de doações de instrumentos musicais e kits de partituras, bem como a realização de cursos e oficinas de capacitação de acordo com sua disponibilidade de recursos. O Programa também dá suporte às corporações musicais com a doação de vestimentas e indumentárias.

O edital 2017 contou com algumas inovações, como a inserção das bandas militares no escopo do programa. O programa disponibilizou R$ 1 milhão para a compra de aproximadamente 680 instrumentos para Bandas Civis de Música de Minas Gerais como forma de contribuir para a manutenção e o aperfeiçoamento desta tradicional manifestação artística. Ao todo, 74 bandas de 68 municípios foram contempladas e agraciadas com diversos instrumentos, entre os quais bombardão, bombardino, bumbo, clarinete, flauta, pratos, saxofone, sousafone, trombone de vara, trompa e trompete.

Serviço

Encontro de Bandas de Música

- Data: 16/6 (sábado)

Local: Praça Duque de Caxias (Bairro Santa Tereza, Belo Horizonte/MG)

Horário: 10h

Bandas: Associação da Banda de Música, de Jaboticatubas (Território Metropolitano), Banda de Música União dos Artistas, localizada em Sete Lagoas (Território Metropolitano) e Sociedade Musical Santa Cecília, de Conselheiro Lafaiete (Território Vertentes)

 

- Data: 23/6 (sábado)

Local: Praça Centro Cultural Presidente Itamar Franco (Barro Preto, Belo Horizonte/MG)

Horário: 10h

Bandas: Corporação Musical Euterpe Operária, localizada em Lavras (Território Sul), Corporação Musical Santa Cecília, do município de Tabuleiro (Território Mata) e Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

 

- Data: 28/6 (quinta-feira)

Local: Praça da Liberdade (Funcionários, Belo Horizonte/MG)

Horário: 11h

Bandas: Corporação Musical União Operária, da cidade de Nova Lima (Território Metropolitano), Filarmônica do município de Santa Cruz do Escalvado (Território Caparaó) e Sociedade Musical Santa Cecília, de Mariana (Território Metropolitano)



Últimas