Segunda fase do Capacita Suas entra na reta final, informa Sedese

Curso de Vigilância Socioassistencial é executado nos dois últimos pólos: São João del-Rei e Almenara

imagem de destaque
Mais de 100 profissionais da assistência social participaram da abertura do curso, em São João del-Rei
  • ícone de compartilhamento

Os pólos de capacitação de São João del-Rei e Almenara deram início, nesta segunda-feira (10/7), ao terceiro curso do Capacita Suas. Dedicado aos profissionais de nível superior da assistência social, o curso Atualização em Vigilância Socioassistencial já foi realizado em outros 19 polos, totalmente executado de forma descentralizada.

“Esta gestão deu os primeiros passos para responder uma demanda histórica: a qualificação de gestores, técnicos e conselheiros da assistência social", observa a diretora regional da Sedese em São João del-Rei, Merilane Cardoso. Mesmo com as dificuldades, acrescenta Merilane, "o Governo do Estado está oferecendo apoio técnico aos municípios e qualificação aos trabalhadores e gestores”.

Em São João del-Rei, no Território Vertentes, foram 135 inscritos para o Capacita Suas. A segunda fase ofereceu 1.841 vagas para os 853 municípios mineiros. Totalmente executado de forma descentralizada, nesta etapa o Capacita Suas obteve 97% das inscrições previstas.

“Estamos encerrando a segunda fase e, a partir de 7 de agosto, começamos o curso de Introdução ao Exercício do Controle Social do Suas, articulado com as 21 conferências regionais. Até 2018, teremos capacitado 10 mil pessoas", afirma o chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), Ronaldo Camargos. “Nossa função é acompanhar e apoiar os municípios e não de fiscalização e punição”, complementa.

Conhecer o território

Em São João del-Rei foram formadas quatro turmas, com representantes de 63 cidades, quase a totalidade dos municípios que integram a regional. Mais de 100 profissionais da assistência social participaram da abertura do curso, que prossegue até a sexta-feira (14/7).

A coordenadora da Proteção Social Básica de Mariana, Sarah Oliveira Gomes, fez os dois primeiros cursos, oferecidos em 2016, e achou muito proveitoso o contato e a troca de experiências entre os participantes.

“Eu acho de extrema importância conhecer a realidade dos outros municípios e ter uma discussão técnica a respeito do atendimento ao usuário com profissionais capacitados, que orientam nas dificuldades do cotidiano”, afirma. “Quando você está na universidade, você tem a teoria. Com a capacitação, você tem a oportunidade de discutir a prática profissional”,observa a coordenadora.

Agora, Sarah inicia o curso com uma grande expectativa. “Quero aprofundar o conhecimento da realidade do meu território, quero saber se os benefícios e serviços estão chegando para quem precisa. A partir da identificação das falhas, vamos intensificar ações para estar perto das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social”, conclui Sarah Gomes.

Bechara Miranda, um dos professores do Instituto Federal Sul de Minas e ex-técnico da Sedese, conta como esta experiência pelo governo estadual favorece sua condição atual. “Passei sete meses na Sedese, tive oportunidade de passar por 12 regionais executando o apoio técnico. Este contato me trouxe subsídios que estou aplicando na sala de aula”, aponta.

Na primeira etapa do Capacita Suas, realizada em 2016, com oferta dos cursos de Gestão Orçamentária e Financeira do Suas e Atualização Sobre Especificidade e Interfaces da Proteção Social Básica do Suas, foram certificados 2.495 profissionais da assistência social, entre técnicos, conselheiros e gestores em 89 turmas.



Últimas