Perfil do Governador

Fernando Damata Pimentel


Foto do Governador Fernando Pimentel

Nascido em 31 de março de 1951, no bairro Carlos Prates, em Belo Horizonte, Fernando Pimentel é economista graduado pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais e Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas (UFMG). Foi professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), vice-presidente da Associação de Professores Universitários de Belo Horizonte, presidente do Conselho Regional de Economia de Minas Gerais (1991-1992) e diretor do Sindicato dos Economistas mineiro. Hoje, o governador Fernando Pimentel é casado com a jornalista Carolina Oliveira e pai de três filhos.

Breve histórico político

  • Aos 17 anos, estudante do Colégio Estadual de Minas Gerais, iniciou-se na militância política por meio dos movimentos estudantis de 1968. Atuando contra a ditadura militar foi perseguido e preso de 1970 a 1973. Com a redemocratização do país, Pimentel deu sequência às atividades políticas, atuando com destaque na Administração Pública.
  • Nos anos 1990, atuou na administração municipal de Belo Horizonte, onde exerceu os cargos de secretário da Fazenda, na gestão do então prefeito Patrus Ananias (1993-1996), e de secretário de Governo, Planejamento e Coordenação Geral no primeiro mandato de Célio de Castro (1997-2000). Nesse período, Fernando Pimentel organizou as finanças da capital mineira e se destacou como um dos principais articuladores do "Orçamento Participativo" de Belo Horizonte, o maior programa permanente de obras públicas do país.
  • Em 2001, tomou posse como vice-prefeito de Célio de Castro e, em novembro do mesmo ano, assumiu, interinamente, o cargo de prefeito de Belo Horizonte em substituição ao titular, licenciado por motivo de saúde. Em 8 de abril de 2003, assumiu, definitivamente, o cargo de prefeito, em razão da aposentadoria de Célio de Castro.
  • Nas eleições de 2004, com 68,5% dos votos válidos, tornou-se o primeiro prefeito na história da capital mineira eleito no primeiro turno. Governou a cidade de 2005 a 2008. Sua gestão foi marcada por grandes investimentos nas áreas urbana e social. As obras realizadas em seu mandato mudaram o traçado de Belo Horizonte e proporcionaram avanços na qualidade de vida da população. Melhorias no trânsito, urbanização de vilas e favelas, construção de moradias, repaginação da área central da cidade, além de um planejamento de atuação nas áreas de risco geológico, foram iniciativas relevantes no âmbito das políticas urbanas.
  • Em janeiro de 2011 assumiu o comando do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, de onde saiu em fevereiro de 2014. Em outubro de 2014, Fernando Pimentel foi eleito Governador do Estado de Minas Gerais para o mandato 2015/2018, com 52,97% dos votos válidos.

Destaques na trajetória política

  • Entre as ações de destaque também estão o "Vila Viva", considerado o maior programa de urbanização de vilas e favelas do país, a implementação do Orçamento Participativo Digital a inauguração da milésima obra deste programa de consulta popular sobre as demandas prioritárias para cada região da cidade.
  • Durante sua gestão na prefeitura de Belo Horizonte, as políticas sociais também ganharam destaque. Ao todo, foram 1,7 milhão de pessoas atendidas pelos programas sociais desenvolvidos pela Prefeitura, o equivalente a 77% da população.
  • Por sua atuação, foi apontado pelo site inglês Worldmayor como o oitavo melhor prefeito do mundo – era o único da América do Sul na lista dos dez melhores. Encerrou seu mandato de prefeito em Belo Horizonte com índices de aprovação superiores a 90%.