Dúvidas frequentes sobre Projeto de Lei do Ipsemg podem ser consultadas no site do Instituto

Informações são de acesso livre ao público e auxiliam no esclarecimento de dúvidas sobre o PL de sustentabilidade financeira

imagem de destaque
  • ícone de compartilhamento

Em um esforço contínuo de transparência e acesso à informação, o Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) disponibilizou um recurso que auxilia beneficiários, servidores e público em geral para o esclarecimento de dúvidas referentes ao Projeto de Lei (PL) nº 2238/2024. 

O projeto, de autoria do Executivo estadual, foi encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais (ALMG) para garantir a sustentabilidade financeira do Ipsemg. As informações são de acesso livre e podem ser consultadas aqui.

A página fornece respostas para as perguntas mais comuns relacionadas ao PL, permitindo que os beneficiários e demais pessoas possam compreender os detalhes e implicações sobre o assunto. O bloco de informações abrange desde as mudanças propostas até o impacto esperado após aprovação da proposta.

As perguntas e respostas disponíveis foram cuidadosamente elaboradas, a fim de fornecer orientações precisas e confiáveis para os beneficiários, servidores e público no geral.

Também está disponível na página um formulário para inscrição dos interessados que desejarem receber notícias e comunicados via e-mail ou whatsapp. 

Entenda o Projeto de Lei do Ipsemg

O Projeto de Lei nº 2238/2024 encaminhado à ALMG tem como objetivo corrigir desvios e reestruturar o financiamento do Ipsemg. Diante de um déficit projetado de R$200 milhões para o ano de 2024, atualmente, o instituto oferece serviços conforme a sua capacidade financeira.

O objetivo do PL é garantir uma arrecadação adequada para manter a qualidade dos serviços de saúde oferecidos aos beneficiários, que incluem os servidores estaduais, pensionistas, aposentados e seus familiares.

Com o aumento dos recursos por meio da aprovação deste Projeto de Lei, será possível ampliar a oferta necessária de assistência à saúde aos beneficiários.



Últimas