Polícia Civil participa de ação integrada em escola de BH

Representantes das forças de segurança orientaram estudantes sobre o uso seguro da internet e crimes de violências doméstica e sexual

  • ícone de compartilhamento

“A Escolha é Sua!” foi o tema da ação em que a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) participou com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), na manhã do último sábado (25/11). Representantes das forças de segurança estiveram na Escola Estadual Professor Agnelo Correia Viana, no bairro Jardim Leblon, região de Venda Nova, em Belo Horizonte, para apresentar a atuação de cada uma das instituições que salvam e protegem vidas. A iniciativa reuniu cerca de 300 adolescentes.

PCMG / Divulgação

A ideia surgiu a partir de um curso de Polícia Comunitária com a delegada Isabella Oliveira, da PCMG, e o tenente Raphael Gomes da Silva, da PMMG. O Departamento Estadual de Investigação, Orientação e Proteção à Família (Defam) integrou a equipe por meio da chefe da Divisão Especializada de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (Dopcad), delegada Renata Ribeiro. Pela PCMG, as delegadas e o escrivão Henrique Siqueira ministraram palestra sobre o acesso e os riscos da internet. Os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer a atuação da polícia Judiciária e receberam orientações quanto ao uso seguro da internet e crimes de violências doméstica e sexual de modo geral. Com a PMMG, os adolescentes receberam dicas preventivas de segurança para acesso e uso de celular e computador, e com a equipe do CBMMG, participaram de demonstrações de levantamento de veículos e resgates de vítimas.

O Tirinha, mascote da PCMG, levou alegria e descontração aos participantes, prestigiando as atividades na escola. A chefe da Dopcad explicou a participação da PCMG na ação voltada para os adolescentes. "Falamos para eles sobre os riscos que estão expostos na internet e que podem acarretar consequências em suas vidas. Também orientamos quanto aos crimes contra dignidade sexual e violência doméstica de modo geral. Os alunos assistiram atentos. Tenho certeza que será de grande valia para o cotidiano deles", destacou a delegada Renata Ribeiro. “Foi uma manhã muito produtiva. Os alunos gostaram bastante e tenho certeza que aprenderam muito. A escola estava toda empenhada no evento, entendendo a importância da proximidade das forças de segurança junto da comunidade. Não há dúvidas de que conseguimos despertar o interesse de muitos ali”, garantiu a delegada Isabella Franca, da Superintendência de Informações e Inteligência Policial (Siip). Para a chefe do Defam, delegada-geral Carolina Bechelany, foi grandiosa a atuação integrada. “Parabenizo todos os envolvidos por essa iniciativa tão importante e expressiva!”, elogiou.



Últimas